Anamy Lemos

Anamy Lemos escreve poesia e textos acadêmicos. Publicou no ano de 2011, na antologia Emoções poéticas” da editora Futurama (SP). Co-participou do livro, “Tecendo Versos” (editora Poesias Escolhidas, BH, 2015). No ano de 2017, integrou algumas antologias: Kama (editora Cogito-Ba) e um projeto nacional chamado de “Mulherio das Letras”. Na área da Psicologia, foi uma das organizadoras e escritora do livro: “Da mente ao coração: Psicologia Hospitalar aplicada a pacientes cardíacos”, lançado em Feira de Santana-BA, em setembro de 2017.

Citações

"Ser negra é reconhecer suas raízes, transcender os estereótipos, subverter imposições e unir-se às nossas em uma corrente de sustentação, para manutenção da nossa história e de um futuro promissor".

Mini Biografia

Debrucei-me na escrita poética desde os 15 anos de idade, de forma tímida e com receio de exposições do que eu escrevia. Mantive descrédito da qualidade do que escrevia, só publicando no ano de 2011, em uma antologia, entitulada ” Emoções poéticas” da editora Futurama (SP). Nessa sequência, através de interações com alguns poetas espalhados pelo Brasil, co-participei de um livro mais autoral, “Tecendo Versos” (editora Poesias Escolhidas, BH, 2015), juntamente com duas poetisas, uma mineira e outra também baiana (toda interação se deu por meio digital). No ano de 2017, integrei algumas antologias: Kama (editora Cogito-Ba) e um projeto nacional chamado de “Mulherio das Letras”, capitaneado pela escritora Maria Valéria Rezende. Cada estado envolvido produziu o seu livro, na Bahia, o livro chamou-se: “Outras Carolinas – Mulherio da Bahia”. Na sequência, pelo fato de ingressar uma graduação em Psicologia, integrei um projeto na área de Psicologia Hospitalar, sendo juntamente com o orientador da disciplina a organizadora e ao mesmo tempo uma das escritoras do livro: “Da mente ao coração: Psicologia Hospitalar aplicada a pacientes cardíacos”, lançado em Feira de Santana-Ba, em setembro de 2017.