Jéssica Silva

Jéssica Silva escreve contos, poesias e é contadora de histórias. Tem o blog Causos di Preta e é co-fundadora do Movimento de Pessoas Crespxs e Cacheadxs do Extremo Sul.

Citações

"Mulher negra é a mola propulsora da sociedade, é resistir pelo fato de existir, é ser e viver a resiliência."

"A militância é uma arma poderosa nos dias atuais, foi através dela que conquistei espaços, travei debates e me impôs nessa sociedade que sempre me silenciou."

"A escrevivência que cultivo hoje, tem o tom de denúncia, é um desabafo daquilo que vivo, observo, questiono, ouço, sonho."

Mini Biografia

Quem eu sou hoje?

Jéssica Silva Pereira, mulher negra, periférica, 25 anos, independente, que teve seu ingresso na Universidade do Estado da Bahia pelo sistema de cotas, licenciada em História. E atualmente ingressei no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação e Relações Étnico-Raciais na Universidade Federal do sul da Bahia (UFSB), também pelo sistema de cotas.

Co-fundadora do Movimento de Pessoas Crespxs e Cacheadxs do Extremo Sul. “Amo a mulher que me tornei, porque lutei pra ser ela”! Foram dias dolorosos, de medo, angústia, de crises existenciais, de descrétido, de automutilação. Mas foram também dias felizes, preenchidos por sonhos, algumas certezas e a alegria de descobrir a Jéssica que sou hoje. E a partir daí veio a auto afirmação, o afrontamento, o empoderamento. A militância é uma arma poderosa nos dias atuais, foi através dela que conquistei espaços, travei debates e me impôs nessa sociedade que sempre me silenciou. E a escrita veio junto com tudo isso.

A escrevivência que cultivo hoje, tem o tom de denúncia, é um desabafo daquilo que vivo, observo, questiono, ouço, sonho. É também para fazer os dias mais leves, é para desentalar a garganta, e quem sabe através dela gerar uma identificação com quem ler. E assim tecer diálogos outros, nesse mundo virtual. Foi assim que surgiu Causos di Preta, através de uma literatura marginal retrata um pouco do cotidiano, de observâncias, vivências e sentimentos de uma mulher negra do extremo sul baiano.