Lílian Almeida

Lílian Almeida escreve poesia, conto e crônica. Em 2014, publicou seu primeiro livro, Todas as cartas de amor (Quarteto, Ficção). É professora na Universidade do Estado da Bahia, em Conceição do Coité.

Citações

"Ser mulher negra é resistir diariamente aos silenciamentos vários que a nossa sociedade racista e misógina impõe. É esperançar dias novos na assunção cotidiana de quem se é".

Mini Biografia

Escrevo desde muito pequena. Adulta, me separei da escrita por alguns anos. Depois reatamos. Publiquei meu primeiro livro em 2014, Todas as cartas de amor (Quarteto, 2014, ficção). Participei do livro Além dos quartos: coletânea erótica negra Louva Deusas (2015). Publico poemas, contos e crônicas no blog Cartas, fotografias e outros guardados [lirioalmeida.wordpress.com/]. Faço parte de Profundanças 2: antologia literária e fotográfica, organizada pela poeta Daniela Galdino.