Patrícia Maria

Patrícia Maria escreve poesia. Participa do Grupo de Pesquisa Corpus Dissidentes. Participou da antologia poética Enegrescência organizada pelo coletivo Enegrescência, antologia poética Vinícius de Moraes organizada pela Editora Nicolly Bueno.

Citações

"Ser mulher negra é uma guerra diária, enquanto uns matam um leão por dia a gente mata no mínimo trinta."

Mini Biografia

Transito entre mundos, faço da literatura e da dança um curto respiro da insanidade do mundo. Não escrevo como intuito de salvar ninguém, literatura não é remédio. Escrever é descascar feridas, é para descascar feridas que comecei a escrever e participar de antologias como a antologia poética Enegrescência. Entrei no curso de Letras pela literatura e por ela sou movida, revirada e com ela que reviro e movo estereótipos que fomentam o racismo. Abaixo um poema do livro que está em construção:

Abayomi

Hoje Sou a boneca que nunca tive.
Não só pela falta do papel de comprar o todo,
Mas por não haver no mundo dito mundo
Mãos capazes de reproduzir beleza tão rara, Implástica.

Por não existir entre os homens dito homens
Tecelã com a coragem de rasgar do intimo esgarçado a matéria-prima necessária
Para redesenhar a angustia
Pintada no rosto de suas crias.